• STAN

Rafael Veiga e Gustavo Scarpa podem jogar juntos?

O Palmeiras hoje tem dois jogadores em grande fase, mas que originalmente compartilham a mesma posição. Ultimamente muita gente anda se perguntando se é possível os dois jogarem juntos, afinal, essa não costuma ser uma escolha frequente do técnico Abel Ferreira, mas parece bem claro que os dois são os melhores jogadores do Palmeiras na temporada. Esse é o tipo de problema que qualquer time gostaria de ter, mas será que tem uma solução?


Antes de começar, já aviso que vamos falar bastante de nossas métricas e para que não fique um texto muito longo e chato, não vamos explicá-las em muito detalhe, mas caso ainda não conheça ou queira saber mais o que são, esse outro texto vai te explicar. https://www.stanfut.com/post/conhe%C3%A7a-stan


A princípio, olhando a performance dos dois jogadores no Campeonato Brasileiro, eles estão realmente em um nível muito similar. No geral, Scarpa acumula um VAM de +37% enquanto Veiga tem +34%, o que é uma diferença bem pequena. Se olhamos em mais detalhe os números vemos que fica ainda mais difícil apontar um claro vencedor dessa comparação. Enquanto o Scarpa ganha no PPB, Veiga ganha no PGM, se Scarpa ganha no MPC, Veiga demonstra mais regularidade. Enfim, os dois são excelentes jogadores e existem argumentos para justificar qualquer um como titular. Felizmente, o trabalho de ter que escolher um deles para ser o titular não é nosso. O que viemos discutir aqui é se existe espaço para os dois jogarem juntos ao mesmo tempo.


Considerando os arranjos que já vimos em campo esse ano, as duas principais opções para ambos jogarem seria escalar um esquema com dois meias ou montar o time colocando um deles no papel de meia mais aberto, o que costuma ser a escolha mais frequente. Para chegar a uma conclusão entre as duas abordagens, podemos ver como os dois se relacionam em cada um dos cenários. Através do MPC, vemos que quando os dois dividem a posição, o Scarpa só é capaz de contribuir apenas 0,1% para a melhora da performance de Veiga, enquanto sua performance chega a diminuir -0.2% quando os dois dividem a posição. Portanto, dividir a posição parece atrapalhar um pouco ambos os jogadores.


Quando quebramos as métricas por posição fica um pouco mais claro que como meio campo o Scarpa costuma ter um desempenho melhor que Veiga, alcançando em média +48% de VAM contra +38%. Ao mesmo tempo, vemos que jogando mais aberto, Veiga não só supera Scarpa com um VAM de +27% contra +1%, como também supera qualquer outro companheiro de time, mesmo não sendo sua melhor posição. Com Scarpa no meio e Veiga mais aberto, os dois ficam mais em sincronia, com ambos melhorando em +4% a performance do outro.


Logo, não só é possível Rafael Veiga e Gustavo Scarpa jogarem juntos, como essa parece ser uma das melhores formações para o Palmeiras. O único porém é que a parceria deles não parece dar muito certo quando dividem a posição de meia, mas tendo Scarpa como meia central e Veiga improvisado mais aberto demonstra ser uma excelente combinação.



9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo